Automáticos mais baratos do Brasil

1º Kia Picanto 1.1 12V (gasolina) – R$ 40 900

Após a reestilização, o pequeno hatch da Kia ganhou frente e traseira renovadas – clique aqui e veja as impressões ao dirigir do modelo – e desponta como o mais barato automático à venda no país.

Pelo preço, o veículo já vem completo, com ar-condicionado, direção elétrica, trio elétrico e rodas de liga leve. As únicas ressalvas são o reduzido espaço interno e o propulsor movido somente a gasolina.

2º Peugeot 206 Feline 1.6 8V (flex) – R$ 49 600

Por R$ 8 700 a mais em relação ao Picanto, o Peugeot 206 tem como vantagens o motor mais potente e bicombustível e a caixa de câmbio com a opção de trocas seqüenciais.

O único problema fica por conta da versão reestilizada, que fará sua estréia ainda este ano. Portanto, vale a pena esperar a chegada do 207 (na verdade o 206 reestilizado com a cara do novo modelo e a estrutura do atual), ao que tudo indica, no segundo semestre.

3º Honda Fit 1.4 8V LX CVT (gasolina) – R$ 50 375

O Honda Fit é o veículo de entrada na casa dos R$ 50 000, faixa na qual se encontra grande parte dos automáticos com preço mais em conta. Vale a pena frizar que o modelo japonês sofre do mesmo mal do 206: também será substituído em breve – provavelmente no Salão do Automóvel de São Paulo – pela nova geração.

O câmbio do Fit também é dotado de uma nova tecnologia, chamada CVT, de relações continuamente variáveis que prioriza o desempenho com baixo consumo. Na versão automática o monovolume não é flex, como ocorre na manual.

4º Chevrolet Astra 2.0 8V Advantage (flex) – R$ 52 876

Ele é a opção mais barata para quem quer um modelo médio com câmbio automático. Uma pena que a arcaica transmissão de 4 marchas não aproveite o bom motor 2.0 flex com 127 cv de potência e 19,6 kgfm de torque (dados com álcool).

Sem nenhum atrativo a mais, o câmbio utilizado no Astra não oferece possibilidade de trocas seqüenciais. De resto, continua o bom e velho modelo produzido desde 1998.

5º Fiat Stilo 1.8 8V Dualogic (flex) – R$ 54 300

O grande apelo de vendas do novo Stilo 2008 está justamente no câmbio Dualogic. A caixa automatizada – é importante não misturar os termos automático e automatizado – utilizada pela Fiat é uma nova tecnologia que, de uma forma bem simples, consiste em equipar o câmbio manual já usado com um sistema robotizado que troca as marchas.

As grandes vantagens são custar a metade de uma transmissão automática, barateando o veículo, e permitir a troca de marchas no modo seqüencial.

6º Chevrolet Meriva 1.8 8V Easytronic (flex) – R$ 54 314

Equipada com o mesmo sistema automatizado do Stilo, porém batizado de Easytronic pela Chevrolet, o Meriva é mais uma opção de monovolume presente na lista ao lado de Honda Fit e Renault Scénic.

Por R$ 3 939 a mais que o Fit, pesa a favor do Meriva o fato de que uma reestilização ainda não está muito próxima. Entretanto, no quesito vendas, o modelo nunca foi um grande destaque como o carro da Honda, por isso a versão Easytronic é uma forma de aumentar a procura pelo monovolume.

7º Ford Focus Hatch 2.0 16V GLX (gasolina) – R$ 57 665

Dono do propulsor mais potente dentre os modelos listados, com 140 cv a 6 000 rpm, o Focus é considerado uma referência em conforto ao rodar devido a sua suspensão independente nas quatro rodas do tipo McPherson na dianteira e multilink na traseira.

Como no Astra, seu câmbio não é dos mais modernos, com 4 marchas e sem opção de trocas seqüenciais. Assim como Honda Fit, Peugeot 206 e Toyota Corolla, a nova geração do Focus está prevista para chegar – importada – ainda este ano. Como a nova versão será mais cara, não é possível afirmar se o modelo atual continuará em linha.

8º Renault Scénic 1.6 16V Expression (gasolina) – R$ 58 990

Com vendas em queda, a Scénic já sente o peso da idade, sobretudo depois do lançamento dos concorrentes Citroën Xsara Picasso e Chevrolet Zafira.

A transmissão automática também possui apenas 4 marchas e administra os 110 cv de potência do motor movido apenas a gasolina, outra deficiência diante de algumas rivais, como a Zafira, que utilizam propulsor flex.

9º Toyota Corolla XLi 1.6 16V (gasolina) – R$ 59 111

O único sedã dentre os modelos levantados, o Corolla na versão de entrada XLi tem preço competitivo, mas devemos levar em conta que ainda neste mês a Toyota apresenta a nova geração do carro, que poderá receber alguns reajustes de preço.

O motor, com tecnologia de abertura variável de válvulas VVT-i, vai acoplado a uma transmissão automática de 4 marchas.

10º Volkswagen Golf 2.0 8V (gasolina) – R$ 59 990

Com uma diferença de R$ 19 090 em relação ao Picanto – quase o valor de um modelo popular –, o reestilizado Golf fecha a lista oferecendo ao comprador um dos câmbios automáticos mais avançados aqui apresentados, de 6 marchas seqüencial.

Com ele, o modelo oferece um rodar suave, mas exagera no consumo de combustível com uma média de 6,1 km/l no ciclo urbano, conforme aferido pela revista CARRO.

About these ads

Tags: , , , , , , , ,

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: